O que acontece quando há atraso das prestações do financiamento habitacional?

capa post compra casa 7

Listamos as variáveis que podem influenciar a maneira com que o agente financiador vai agir para cobrar suas prestações do financiamento habitacional em atraso:

  • Quantidade de prestações atrasadas: quanto maior o atraso, maior a dificuldade de regularizar as prestações. Assim, a negociação com o banco será mais exigente e rigorosa. Não se esqueça de que o banco poderá exigir um valor de entrada durante a negociação.
  • Histórico do cliente: seu perfil poderá ser analisado como critério pelo banco para regularizar o pagamento das prestações atrasadas, seja no financiamento habitacional ou em outros créditos adquiridos. Caso seja a primeira prestação atrasada, com certeza a negociação será mais fácil.
  • Prazo: a análise do prazo restante para finalizar o financiamento também é importante, uma vez que, quanto maior o prazo, maior é o risco do banco, portanto haverá mais exigências. No entanto, se o contrato não foi assinado no prazo máximo, existe a possibilidade de diminuir o valor da prestação;
  • LTV ou Quota de financiamento: é a porcentagem gerada pela relação entre o valor da dívida e o valor da garantia. Quanto maior o valor da quota, maior o risco do banco. Assim, quanto menor for o seu saldo devedor, melhores serão as alternativas para a negociação;

Garantia alienação fiduciária: “consiste na transferência feita pelo devedor ao credor da propriedade resolúvel e da posse indireta de um bem infungível (CC, art. 1.361) ou de um bem imóvel (Lei n. 9.514/97, arts. 22 a 33), como garantia de seu débito, resolvendo-se o direito do adquirente com o pagamento da dívida garantida”. Se o seu contrato possuir essa garantia, o Banco pode iniciar o processo de execução a partir de 30 dias de atraso, com base na primeira prestação não paga. Caso seu contrato já esteja nessa fase, ainda existe a possibilidade de negociação, porém além das prestações, você deverá arcar com os custos cartorários de todo o processo.

O atraso no pagamento das parcelas gera multa e juros de acordo com os dias em atraso, autorizando o agente financiador a incluir informações vinculadas ao seu contrato em cadastros restritivos de crédito como SERASA, por exemplo. Além disso, caso você não regularize as parcelas, o agente financiador poderá ainda leiloar seu imóvel.

 

Fonte:

http://www.clickhabitacao.com.br/meu-financiamento/quantas-prestacoes-posso-atrasar-no-financiamento-habitacional/

5634_CTA_SGI_v13 (1)